domingo, 2 de setembro de 2012

Razões para acreditar - Bahia 1x0 São Paulo


- Pela primeira vez, o Bahia venceu duas partidas consecutivas neste Campeonato Brasileiro. O Mais próximo entre um triunfo e outro que tinha acontecido foi da 17ª rodada, contra a Ponte Preta, para a 20ª, contra o Santos.

- O time está com 100% de aproveitamento com o novo treinador: Jorginho.

- Tem 100% de aproveitamento no segundo turno.

- O Departamento Médico está muito menos movimentado do que durante quase todo o primeiro turno. Com mais jogadores inteiros, as opções aumentam e mantém o grupo motivado.

- O time está jogando com dois laterais de ofício e que estão atuando bem.

- Mancini, que estava sendo péssimo como titular, vem sendo muito importante saindo do banco de reservas, contribuindo, principalmente com a sua experiência e a sua técnica.

- Gabriel voltou a jogar bem e fez dois golaços em dois jogos seguidos.

- O time titular já começa a ser conhecido e a torcida não anda implicando com o uso de três volantes, que está deixando o time menos exposto, contribuindo para o crescimento de produção dos próprios volantes e dos zagueiros. 

- O Bahia voltou a vencer em casa, ajudando a diminuir a pressão sobre o time.

- A torcida voltou a comparecer e sem pegar no pé da equipe.


As dez informações acima citadas se transformam em razões para acreditar em uma recuperação real do Bahia no Campeonato Brasileiro deste ano, depois do segundo triunfo seguido. Desta vez, contra o São Paulo, por 1 a 0, com gol de Gabriel. O triunfo não foi tão incontestável do que o do jogo anterior contra o Santos, mas, ainda assim, o tricolor baiano foi melhor que o adversário e mereceu vencer. 

Com 23 pontos ganhos, ainda resta um longo caminho a ser percorrido para garantir a permanência na elite. No entanto, se o Bahia conseguir alcançar uma regularidade durante a competição pode dar mais alegrias para a sua torcida do que a simples fuga do rebaixamento.

Bahia 1x0 São Paulo - Gabriel
Bahia: Marcelo Lomba, Neto, Danny Morais, Titi e Jussandro; Fahel (Fabinho), Diones, Hélder e Zé Roberto (Jones); Gabriel (Mancini) e Souza.
São Paulo: Rogério Ceni, Douglas, Rafael Tolói, Rhodolfo e Cortez (Ademilson); Paulo Assunção, Denilson (Wellington), Maicon (Osvaldo), Jadson, Lucas e Cícero.  

2 comentários:

Duda Weyll disse...

Leandro, eu encontrei uma lista de baianos no brasileirão aqui e gostaria de fazer uma sugestão a ti... Se a Bahia jogasse como seleção, quais seriam as seleções da Bahia pra jogar cada uma das Copas do Mundo? Tipo um histórico de grandes jogadores baianos. =p

Leandro Silva disse...

Duda,
muito obrigado pela sugestão, vou pesquisar sobre isso. Continue prestigiando o blog